Topo

Música


Guitarrista e fundador do Primal Scream, Robert Young morre aos 49 anos

Robert Young, ex-guitarrista do Primal Scream, morreu em Hove, na Inglaterra - Divulgação
Robert Young, ex-guitarrista do Primal Scream, morreu em Hove, na Inglaterra Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

11/09/2014 09h16Atualizada em 12/09/2014 16h51

Guitarrista e um dos fundadores do Primal Scream, Robert Young, conhecido pelos amigos e fãs como "Throb", morreu na cidade de Hove, na Inglaterra, na terça-feira (9), aos 49 anos.

A informação foi confirmada pela polícia e pelo ex-colega de banda, o baixista Gary “Mani” Mountfield, ao jornal “The Guardian” e à rede BBC. 

Robert estava há oito anos longe da música, desde o momento em que deixou o Primal Scream, em 2006. Ele foi encontrado morto pela polícia às 3h30 (horário local) de terça. Não há informações sobre a causa da morte.

Embora não tenha sido divulgada nenhuma declaração oficial da antiga banda de Young, ex-colaboradores Primal Scream se mostraram tristes com a notícia por meio de posts nas redes sociais.

"Robert Young, AKA The Throb, faleceu neste fim de semana em Hove. Notícia verdadeiramente devastadora", postou Mani, em um fórum dedicado ao Primal Scream.

O ex-Oasis Liam Gallagher também lamentou a morte do músico. “Viva para sempre”, comentou, citando a música de seu antigo grupo, “Live Forever”.

De "Screamadelica" a período sabático

Young foi membro do Primal Scream desde sua formação em 1984, em Glasgow, na Escócia, até 2006. Ingressou como baixista, mas mudou para a guitarra após o lançamento do álbum de estreia ,“Sonic Flower Groove”, com a saída do guitarrista Jim Beattie.

Com seus longos cabelos e calças de couro, o músico britânico foi peça essencial no disco mais aclamado da carreira da banda, “Screamadelica”. O álbum rompeu fronteiras ao misturar dance music e techno com o típico rock britânico e venceu do prêmio Mercury em 1992.

Assim como o restante da banda, Young levava uma vida hedonista e, em 2006, pediu para ter um ano sabático longe do grupo. Nunca mais voltou ao posto.

"Vamos apenas dizer que ele tem alguns problemas que ele tem que resolver por si mesmo", disse o cantor Bobby Gillespie em 2006, ao comentar a saída de Young. 

Em uma entrevista ao site “Drowned in Sound”, em 2013, Gillespie afirmou que ele nunca mais voltaria a trabalhar com Young novamente.

“Esse momento já passou. Ele foi para um lado, e nós fomos por outro caminho. Ele parou de fazer música, e nós continuamos a fazer música. Você apenas tem que continuar com sua vida. Robert Young é um músico incrível, um talento incrível. Uma das pessoas mais talentosas que eu já conheci. Eu cresci com Robert e eu o amo como um irmão, mas não o vejo mais. Eu acho que ninguém mais o vê. Eu realmente não sei o que está acontecendo", disse.

Música